Resenha: O que há de estranho em mim, por Gayle Forman

sexta-feira, junho 09, 2017



Título: O que há de estranho em mim
Autora: Gayle Forman
Editora: Arqueiro
Quant. De Págs: 333


Sinopse: “Ao internar a filha numa clínica, o pai de Brit acredita que está ajudando a menina, mas a verdade é que o lugar só lhe faz mal. Aos 16 anos, ela se vê diante de um duvidoso método de terapia, que inclui xingar as outras jovens e dedurar as infrações alheias para ganhar a liberdade. 
Sem saber em quem confiar e determinada a não cooperar com os conselheiros, Brit se isola. Mas não fica sozinha por muito tempo. Logo outras garotas se unem a ela na resistência àquele modo de vida hostil. V, Bebe, Martha e Cassie se tornam seu oásis em meio ao deserto de opressão. 
Juntas, as cinco amigas vão em busca de uma forma de desafiar o sistema, mostrar ao mundo que não têm nada de desajustadas e dar fim ao suplício de viver numa instituição que as enlouquece.


Olá meus amores, tudo bem?

Hoje trago para vocês uma resenha do livro “O que há de estranho em mim” da autora Gayle Forman. Realizei essa leitura ano passado, e não sei por que ainda não vim comentar sobre ele com vocês.

Brit Hemphill nasceu e cresceu em uma família aparentemente carinhosa e cuidadosa. Seus pais sempre lhe deram amor e atenção. Mas, depois de um tempo, sua Mãe foi diagnosticada com doença de esquizofrenia, e acaba sumindo do mapa. Seu Pai mudou o comportamento, desmoronado completamente uma família que tinha tudo para ser perfeita.  

Para piorar, seu projenitor começa um relacionamento com outra mulher, da qual Brit não tem afeto algum. Para sua madrasta, a garota é problemática, só porque possui tatuagens, faz parte de uma banda e tem cabelos pintados.


Como seu pai está totalmente fissurado pela mulher, decide internar a filha em uma clinica chamada Red Rock, com o objetivo que ela melhore suas atitudes. Mas, será mesmo que este é o lugar adequado para a jovem? Na verdade, esse local não é indicado para ninguém da espécie Humana. 





Brit está completamente solitária no reformatório, sem as pessoas que tanto ama e seus amigos. Mas, com o tempo, pega uma amizade sincera com outras garotas internadas no local, montando uma “trupe”. Juntas, as garotas vão a busca de uma forma de desmascarar os organizadores de Red Rock e provar que ali, não é uma instituição que ajuda realmente os jovens.

Sim, muitas pessoas necessitam de uma ajuda para sair do mundo das drogas, prostituição, bebidas, entre outros... Mas, será que afastá-los dos familiares e deixá-los trancafiados em uma sela vai ajudar em algo? Vai melhorar sua convivência com a sociedade? Creio que não. Na maioria das vezes, só necessitam de um bom diálogo, com as pessoas que realmente se importam com sua saúde e bem estar.

Emocionei-me muito com essa narrativa, pois trás uma história contemporânea, nos deparamos com essas situações em determinados de momentos de nossas vidas.

A capa e diagramação estão completamente exuberantes, deixando a leitura de uma maneira ainda mais gostosa de ser realizada, parabéns ARQUEIRO!

Então gente, esse foi o post de hoje, espero que tenham gostado da resenha e comentem suas opiniões.

Um beijão. 








You Might Also Like

12 comentários

  1. Olá,
    Comprei esse livro há alguns dias atrás, estou ansioso pra que ele chegue e também começar a ler. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Ah, que bom que adquiriu, leia sim, é ótimo!
      Muito obrigado, Beijão!

      Excluir
  2. O meu livro chegou esses dias, tô super ansiosa pra ler. Adorei sua resenha, me deixou mais ansiosa ainda rsrs. Beijos, Cah.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh, leia logo, quanto antes ler, mais cedo irá se apaixonar!

      Muito Obrigado. Beijão!

      Excluir
  3. Eu já li esse livro e ele me surpreendeu muito quando eu fiz a leitura e com a sua resenha me deu uma vontade de reler esse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que amor! Ele é perfeito mesmo.

      Muito Obrigado. Beijão!

      Excluir
  4. Só pelo nome esse livro já havia me ganhado, já tinha vontade de ler esse livro, agora mais ainda depois da tua resenha!
    Já possuo a versão digital e quero a física também.

    Parabéns! Sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O título é maravilhoso mesmo, que amor!

      Muito Obrigado. Beijão!

      Excluir
  5. Nunca li nada do autor, mas fiquei louco de interesse por conta dessa resenha. Adoro histórias que trazem uma complexidade no enredo e tudo o mais. Esse vai pra lista de compra.

    Parabéns pela resenha e obrigado pela dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? haha, a autora é maravilhosa e a escrita é bem fluente. Também adoro histórias neste estilo.

      Muito obrigado. Beijão!

      Excluir
  6. Ola, tudo bom?
    Amei sua resenha. Primeiro, eu não acho que a solução seja afastar dos familiares e amigos. Ok, deve ter o tratamento adequado, até porque muitos não conseguem sair sozinhos... mas tem que ter o acompanhamento familiar. Família é a base de tudo, certo? Fiquei curiosa pra saber mais sobre a história. Parabens!
    Beijos, Yasmim.

    Blog: http://literarte.blog.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Melhor ainda depois de ler esse comentário. Tudo o que você disse está corretíssimo.

      Muito Obrigado. Beijão!

      Excluir

Subscribe